quinta-feira, janeiro 10, 2013

PEDIDO DE DESCULPAS AO SENHOR JOÃO CARLOS MATIAS

No dia 16 de novembro de 2012 publiquei neste BLOG sob o titulo: “AO QUE PARECE EM OTACILIO COSTA VAI SAIR UMA QUADRILHA E ENTRAR OUTRA...” onde faço comentários em torno de uma mensagem que recebi de uma fonte anônima.

Por uma questão de foro intimo, decidi tirar do BLOG o artigo em questão. É que a possibilidade de estar sendo injusto com alguém me incomoda e pesa em minha alma. E a leveza da alma não tem preço!

Neste artigo a fonte anônima cita em seu texto o nome do senhor João Carlos Matias (Ex Secretário Municipal e membro importante da principal equipe de elite de Assessores do Ex Prefeito Renatinho, e atualmente Procurador-Geral do município de Otacílio Costa), e, em meus comentários, utilizei a palavra QUADRILHA e uma frase que, se levada ao pé da letra, pode trazer desconfortos a pessoa mencionada.

Tal qual a palavra corrupção o é, usei uma palavra vulgarizada e distorcida pelo uso excessivo e constante (centenas ou milhares de vezes ao dia), em todas as mídias e conversas sobre políticos e eleições. Ou seja, utilizei a palavra “QUADRILHA”, num texto, que segundo as estatísticas do BLOG foi lido por 34 pessoas (as quais não emitiram nenhum comentário a respeito), até o dia em que por uma questão de foro íntimo, decidi retirá-lo do ar.

Um termo que de tanto ser utilizado se distanciou do seu significado original e, consequentemente, do seu potencial ofensivo. Principalmente quando utilizado em embates políticos ou em relação aos agentes públicos do nosso País.

No artigo que escrevi minha intenção foi a de dar a ideia de “panela”; de “grupo fechado”; de “continuísmo” de um modelo concentrador de fazer política, como nos tempos de coronéis, e não de um grupo de malfeitores e/ou bandidos. Até porque não há fatos que os relacionem a essas questões. E não existe uma única menção a algum tipo de crime praticado pelos citados.

Contudo, admito que em determinadas situações e contextos palavras podem ser utilizadas de forma que possam OFENDER e, assim trazer desconfortos, e até cometer injustiças.

E por abominar as injustiças em qualquer grau, classe ou profissão, naturezas e formas, manifesto-me pedindo DESCULPAS ao cidadão JOÃO CARLOS MATIAS e À FAMÍLIA DO MESMO.

Estendo o referido gesto de DESCULPAS aos seus amigos e parentes que, por ventura, tenham se ofendido pelas referências.

Isto posto, quero reafirmar que apesar de discordar do processo de intervenção da UNIPLAC, que inclusive está sub judice; de questionar o fato do Cargo de Procurador-Geral de Otacílio Costa (onde não há Concursados em assessoria jurídica em nenhuma dessas funções de estado), ter sido preenchido de forma incompatível com o que determina o TCE; e, apesar dos sucessivos prejuízos da Festa do Pinhão onde o Senhor João Carlos Matias era o responsável por assinar os empenhos para pagamentos de todas as despesas, nada sei ou conheço que possa desabonar a sua honra. Portanto, não há razões para chamá-lo de quadrilheiro no sentido pejorativo da palavra.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...