terça-feira, março 26, 2013

NESTE ANO INTERNACIONAL DA COOPERAÇÃO DA ÁGUA... O MEU MAIOR DESEJO É QUE AS ORGANIZAÇÕES NACIONAIS E INTERNACIONAIS SALVEM O AQUIFERO GUARANI DOS LAGEANOS...

Como já publicado em artigo recente a ONU – Organização das Nações Unidas – proclamou 2013 como o Ano Internacional da Cooperação da Água.... uma excelenete oportunidade para fazer uma boa ação em defesa do Aquifero Guarani...

Afinal... deixar um mundo melhor para as futuras gerações é a nossa missão... Nossos decendentes não podem pagar pelos crimes e irresponsabilidades das atuais gerações...

Deixar um Ar respirável e Água boa e em abundância... é nossa intransferivel responsabilidade... por mais mediocres e estúpidas que nossas atuais gerações possam parecer e/ou ser...

Quando me deparo com as barbaridades que... IMPUNEMENTE estão fazendo com o Aquifero Guarani aqui em Lages... me dá muita raiva... muita indignação...

É um conluío asquerozo entre Governantes, Autoridades e Empresários lageanos... uma camarilha que... há décadas... cometem os mais variados tipos de crimes ambientais contra o Aquifero...

São prédios sendo construídos em cima de lencóis freáticos, causando o seu rompimento, despejando seus resíduos e esgotos... São Industrias poluidoras... São condomínios e loteamentos em total ilegalidade... destruindo sem piedade o Aquifero e seus ecossistemas...

Quando penso que até um Procurador da República cometeu crime ambiental contra o Aquifero para favorecer um empreendimento imobiliário da sua familia... e nada aconteceu para ele... mesmo sendo denunciado... quando penso que Orgãos Ambientais fazem vistas grossas.. e que Secretários Municipais participam das falcatruas... tão impumemente... eu até entendo essa forma arrogante... irracional... estúpida do povo lageano em geral... tratar de forma tão desprezível este imenso e internacional Aquifero...

Ésta falta de civilidade... de cordialidade... de respeito aos outros povos... é triste... lamentável.... A Sociedade Lageana precisa entender que não é dona do Aquifero... nem foi autorizada pelas outras nações para destruí-lo de forma tão estúpida...

É Preciso que as mentes sadias... que os lúcidos... e os civilizados... se unam em Lages... para tomar uma atitude... o quanto antes... pois é fácil constatar que o Aquifero Guarani... esta e sempre esteve até agora... Órfão de Dignidade...

Minha sugestão é criar uma ONG ou um Tribunal de defesa do Aquifero... Vamos mostrar ao mundo o que querem esconder... enfiar para baixo do tapete da impunidade... Se a idéia florescer... contem comigo...

2 comentários:

  1. Ana Echevengua
    12:29 (10 horas atrás)

    para mim
    Ana Echevengua deixou um novo comentário sobre a sua postagem "NESTE ANO INTERNACIONAL DA COOPERAÇÃO DA ÁGUA... O...":

    Caro Rui, mais um texto bombástico!!! Sei que já existe até um Grupo Internacional que cuida do Aquífero Guarani. Ou seja, promovem encontros que mais servem pra passeio turístico do que pra atitudes sérias a respeito das águas. Portanto, a tua sugestão é válida desde que a entidade seja formada por pessoas sérias, éticas e com vontade de trabalhar pelo Aquífero. É preciso urgência porque o Paraguai já foi acusado de estar "bombeando" mais água do Guarani do que devia... Abraços.

    Postado por Ana Echevengua no blog Lages, na Real em 27 de março de 2013 12:29

    ResponderExcluir
  2. Marilena Redivo
    03:14 (12 horas atrás)

    para mim
    Marilena Redivo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "NESTE ANO INTERNACIONAL DA COOPERAÇÃO DA ÁGUA... O...":

    Sr Rui

    Assunto fundamental a ser discutido, pois as futuras gerações dependem da preservação do meio ambiente, preferencialmente a água. Pois na falta dela não há sobrevivência. Este é um assunto, que deveria ser amplamente discutido na cidade de Lages. Mas, interesses políticos e econômicos, DE ALGUNS CONSTRUTORES, não deixam vir a tona. O risco das construções sobre o afloramento do aquífero, é que, além da contaminação e a degradação da água, o rebaixamento do lençol freático, trazem sérios problemas. O que acontece devido a tal fato, é o aparecimento de trincas nas residências vizinhas, e o afundamento dos pisos, devido ao fenômeno de subsidência. Há casos publicados em livros de geologia, fato acontecido em nosso país, que o prédio e vizinhos do entorno sumiram em um enorme buraco.Tudo por conta de construções sem o devido estudo de impacto ambiental. O interessante é que a FATMA em Florianópolis (notícia publ. Diário Catarinense 29/03/11) publicou matéria sobre o embargo de obra no sul da ilha, por construir sobre o afloramento de aquifero. AQUI EM LAGES SE CONSTRUIU 17 ANDARES SOBRE AFLORAMENTO DO AQUIFERO E A FATMA E O MINISTÉRIO PÚBLICO NÃO CONSIDEROU RELEVANTE, PORQUÊ ????
    LÁ, PRECISA DE LICENÇA AMBIENTAL, AQUI NÃO PRECISA.

    Postado por Marilena Redivo no blog Lages, na Real em 28 de março de 2013 03:14

    ResponderExcluir