quarta-feira, agosto 22, 2012

BRASIL... MEU BRASIL BRASILEIRO...

BRASIL DOA COMIDA PARA 35 PAÍSES

Economia Política — 20 agosto 2012

Desde 2011 o Brasil confirmou a doação de mais de 300 mil toneladas de comida para 35 países através do Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas. As contribuições brasileiras aumentaram de 1 milhão de dólares em 2007 para 75 milhões de dólares em 2012, fazendo desta nação sul-americana um dos maiores doadores do PMA, de acordo com representantes do governo e funcionários da ONU.

O Brasil vem desempenhando um papel crescente na assistência humanitária internacional, principalmente por meio de parcerias chamadas twinning, em que um país fornece alimentos e outro, ou mais de um parceiro, cobre os custos de transporte e distribuição. O valor total operacional de twinning atingiu quase 300 milhões de dólares.

Deste total, 140 milhões dólares correspondem ao valor das contribuições brasileiras em comida destinadas às operações do PMA, e 160 milhões de dólares representam os custos associados de entrega.

No Haiti, mais de 24 mil toneladas de arroz e feijão brasileiros foram distribuídas para populações em situação de pós-desastre, como um ato de solidariedade e de apoio ao povo haitiano. Os custos de distribuição foram cobertos pela Espanha.

Em El Salvador, Guatemala, Honduras e Nicarágua, as commodities alimentares brasileiras foram distribuídas através de projetos específicos do PMA em parceria com a Austrália: merendas escolares e comida em troca por trabalho.

Mais de 65 mil toneladas de milho e feijão brasileiros chegaram às pessoas mais vulneráveis do Chifre da África desde que a fome na Somália foi declarada em julho de 2011.

Na região do Sahel na África Ocidental, onde as pessoas enfrentam uma grave crise de seca, mais de 32 mil toneladas de arroz do Brasil estão a caminho, sendo levadas em parceria com ECHO (Comissão Europeia para Ajuda Humanitária e Proteção Civil) e outros fundos.

Em Honduras, onde uma tempestade tropical devastou uma comunidade na região sul do país, famílias estão reconstruindo suas casas em troca de comida.

O Centro de Excelência contra a Fome do PMA foi criado em parceria com o governo brasileiro para ajudar países na África, Ásia e América Latina no desenvolvimento de soluções sustentáveis de combate à fome. O principal objetivo do Centro é promover o diálogo de políticas e aprendizagem Sul-Sul sobre programas de alimentação escolar e segurança alimentar e nutricional.

O Brasil tem ajudado os países africanos a aumentar a produtividade agrícola e o desenvolvimento rural, a fim de atingir a segurança alimentar. O Programa PAA África é uma iniciativa inovadora que expande financiamento para a compra local de alimentos na Etiópia, Níger, Malauí, Moçambique e Senegal, com o objetivo de beneficiar pequenos agricultores e pessoas mais vulneráveis.

Lançado em 2012 como uma iniciativa conjunta entre o governo brasileiro, o PMA e a FAO, o Programa se baseia na experiência acumulada pelo Brasil em seu próprio Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Nenhum comentário:

Postar um comentário